Cia. Paulicea de Teatro convida Grupo Poronga para narrar histórias de João das Neves no Acre

Cia. Paulicea de Teatro convida Grupo Poronga para narrar histórias de João das Neves no Acre

O encontro terá participação das atrizes Clarisse Batista e Ivete Maria de Souza, do Acre, que revisitarão a trajetória deste importante nome do teatro latino-americano durante sua estadia no Acre, 

Cia. Paulicea de Teatro propõe encontros online sobre as viagens artísticas de João das Neves pelo Brasil

A Cia. Paulicea de Teatro está promovendo uma série de encontros online chamada “Prosas Virtuais – Viagens Artísticas e Afetivas de João das Neves pelo Brasil” como parte das ações do projeto Missão João das Neves em busca de uma nação imaginada” contemplado na 38ª  Edição do Programa de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo.

Em uma série de lives de bate-papo, a Cia. Pauliceia de Teatro propõe adentrar a obra do saudoso João das Neves (1934-2018), importante nome do teatro latino-americano, através das histórias narradas por artistas que de alguma forma transitaram por sua carreira. 

Os encontros serão realizados sempre às quintas-feiras, às 20h00, com transmissão gratuita no canal do Youtube da Cia. Paulicea de Teatro (www.youtube.com/c/CiaPauliceadeTeatro).

A próxima live acontece em 14 de Abril (quinta-feira), às 20h00. O encontro “Segunda Parada: Acre” promove um diálogo entre remanescentes do Grupo Poronga, que foi fundado por João das Neves na década de 1980, com atores e atrizes amadores da periferia de Rio Branco, capital do Acre, cidade onde o diretor viveu durante muitos anos. 

Participam do encontro Clarisse Batista e Maria do Socorro Calixto Marques, atrizes do Grupo Poronga, que participaram de espetáculos com a direção de João das Neves e são criadoras de “Tributo a Chico Mendes”.

No bate-papo, as atrizes irão narrar histórias e vivências criativas que aconteceram durante o tempo de convívio com o renomado diretor e dramaturgo.

“Temos a impressão de que não fomos só nós, da Cia Paulicea de Teatro, que tivemos o privilégio de receber uma mentoria artística e política vinda do João, além da relação afetiva com sua vida e trabalho. Ele foi construindo laços durante sua trajetória que, de muitas formas, transformaram a vida das pessoas através da arte. Ele literalmente afetava as pessoas no sentido de movimentá-las. Todas essas pessoas convidadas para participar dessa série de lives foram tocadas por esse magnetismo.”, explica o grupo.

Um dos fundadores do Grupo Opinião, ao lado de Ferreira Gullar, Vianinha e outros nomes importantes do teatro brasileiro, João das Neves foi um encenador e pensador do teatro contemporâneo da América Latina, que deixou como legado uma importante contribuição para a formação intelectual e estética de grupos teatrais de várias partes do Brasil, provocando discussões em torno das múltiplas linguagens e da necessidade de realizar um teatro político sem perder de vista a dimensão da beleza e da estética.

Reconhecendo-se nas diversas lutas culturais e políticas do país, João das Neves realizou sua jornada dirigindo uma infinidade de espetáculos por todo o Brasil, e trabalhando em projetos especiais na Alemanha, onde escreveu uma peça radiofônica.

Sobre a Cia. Paulicea de Teatro

Com 25 anos de existência, a Cia. Paulicea de Teatro sempre norteou sua pesquisa e suas obras a partir de materiais que promovessem um diálogo profundo com a cultura do Brasil e da América Latina, buscando refletir questões artístico-poéticas com espaço de confronto social e  político. 

Para  o grupo, a função do teatro se caracteriza como uma ressignificação poética de nossas mais ricas manifestações culturais, para afirmação de nossa identidade e reflexão sobre o Brasil que temos e o Brasil que queremos. Um campo de investigação efetivo às estratégias da cultura de dominação e poder, reinventando assim, uma subjetivação através de novas formas de existência e resistência.

Em suas temáticas, são abordadas as diversas manifestações da cultura popular brasileira para a investigação de uma mimese corporal, sonora e ancestral, não para reproduzi-las, mas para reinventá-las, buscando, assim, um olhar contemporâneo crítico e político.

Com seus espetáculos, o grupo já participou de importantes festivais nacionais e internacionais, como o FIT São José do Rio preto, FIT de Londrina, FIT de Havana (Cuba), Circuito SESC de Artes, entre outros.  

Mais informações: www.facebook.com/ciapauliceadeteatro e www.instagram.com/ciapauliceadeteatro

SERVIÇO: Prosas Virtuais – Viagens Artísticas e Afetivas de João das Neves pelo Brasil

Com Cia. Paulicea de Teatro e participações especiais

Temporada: até 28 de abril de 2022 

Classificação Livre – Grátis – Online

Onde assistir: Canal do Youtube da Cia. Paulicea – Link: https://www.youtube.com/c/CiaPauliceadeTeatro

Segunda Parada: Acre 

Quando: 14 de Abril de 2022 (quinta-feira) – Horário: 20h00 – Encontro dos remanescentes do Grupo Poronga, Clarisse Batista e Ivete Maria de Souza, criadoras de “Tributo a Chico Mendes”.

Agenda completa:

Terceira Parada : Minas Gerais 

Quando: 21 de Abril de 2022 (quinta-feira) – Horário: 20h00 – Participação de Luciano Silveira do Grupo Ícaros do Vale (Vale do Jequitinhonha) da montagem “Maria Lira”, e Rodrigo Jerônimo do Grupo dos Dez, dramaturgo e diretor teatral na montagem “Madame Satã”.

Quarta Parada: São Paulo

Quando: 28 de Abril de 2022 (quinta-feira) – Horário: 20h00 – Participação do ator e produtor Léo Horta, que atuou em “Os Azeredos mais Os Benevides”, e do jornalista, escritor e dramaturgo João Silvério Trevisan.

Assessoria de Imprensa: Luciana Gandelini – Cel (11) 99568-8773 – luciana.gandelini@gmail.com