Rosas Periféricas apresenta espetáculos sobre memórias e histórias do Parque São Rafael

Rosas Periféricas apresenta espetáculos sobre memórias e histórias do Parque São Rafael

O Grupo Rosas Periféricas segue, em dezembro, com o projeto Rosas Faz 10 Anos – Memórias de um Teatro Maloqueiro, que apresenta temporadas de Lembranças do Quase Agora e de Narrativas Submersas, de 02 a 17/12, de quinta a sábado, respectivamente às 15h e às 20h. As duas montagens integram a Trilogia Parque São Rafael, calcadas na história do bairro e nas memórias de seus moradores(as).

A programação de dezembro, que encerra a segunda etapa do projeto, traz também a Roda de Conversa O Corpo da Atriz e do Ator, conduzida por Fernanda Haucke (atriz, dançarina, preparadora corporal, produtora e educadora), parceira do grupo, principalmente no que se refere ao corpo em cena. Todas as atividades são gratuitas com exibição online pelo Facebook – @rosas.perifericas e YouTube / RosasPeriféricas.

Iniciado em março de 2021, Rosas Faz 10 Anos – Memórias de um Teatro Maloqueiro comemora os 10 anos do Grupo Rosas Periféricas (atuante no Parque São Rafael, Zona Leste paulistana), completados em 2019. O projeto foi contemplado pela 34ª edição do Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo. A programação inclui uma mostra de repertório com as produções do coletivo, de 2009 a 2019, e também abrange outras ‘vozes’, inspiradoras para o grupo: montagens de companhias parcerias, oficinas, saraus e rodas de conversa.

PROGRAMAÇÃO 2ª ETAPA | DEZEMBRO DE 2021

Onde assistir: Facebook/rosas.perifericas e YouTube/RosasPeriféricas.

Roda de conversa: O Corpo da Atriz e do Ator

01 de dezembro. Quarta, às 20h

Convidada: Fernanda Haucke. Livre. Grátis.

Nesta roda de conversa Fernanda Haucke fala sobre o tema O Corpo do Ator e da Atriz a partir de suas experiências como atriz e bailarina de coletivos artísticos da cidade de São Paulo. Aborda a importância do trabalho corporal constante, expressivo, curativo e também específico, que pode variar de acordo com a pesquisa, o processo criativo ou o momento de vida experienciado por um grupo ou artista a cada nova criação.

Fernanda Haucke é atriz dançarina, preparadora corporal, produtora e educadora, formada pela Escola de Artes Dramáticas da USP. Em 31 anos de trabalho profissional participando ativamente dos coletivos: Teatro Ritual de la Universidad Colima, Teatro Balagan, Grupo Rosas Periféricas, Cia Antropofágica e Companhia do Feijão, assumindo funções de atriz, preparadora corporal, coreógrafa e produtora em mais de 10 espetáculos, entre eles Mire Veja (prêmios APCA e Shell de melhor espetáculo, 2003). Coordena oficinas, workshops e núcleos de pesquisas. Pratica dança clássica e contemporânea, kung fu, circo, coordenação motora, danças circulares e outras. Fez curso com Ivaldo Bertazzo, oficinas e workshops com a Cie A Fleur de Peau (da França) e aulas regulares com Lu Favoretto (Estúdio Oito Nova Dança). Em 2019, entrou para o núcleo artístico da Cia. Livre.

Espetáculo: Lembranças do Quase Agora

Com Grupo Rosas Periféricas

02 a 17 de dezembro. Quinta, sexta e sábado, às 15h.

Grátis. Duração: 45 min. Classificação: Livre. Gênero: Teatro de rua.

Revisitado especialmente para o projeto de 10 anos do Rosas Periféricas, Lembranças do Quase Agora estreou em 2015, sendo fruto de criação e direção coletiva do grupo, em uma parceria com as narrativas dos(as) moradores(as) do Parque São Rafael (ZL). O espetáculo é a segunda parte da Trilogia Parque São Rafael, pesquisa iniciada pelo grupo em 2014. A encenação brinca com registros da ‘quebrada’, acontecidos no bairro ou vividos pela população local, durante os anos 1980, 1990 e 2000.

Roteiro e direção: O Grupo. Colaboração em roteiro: Tiago Cordeiro. Elenco: Gabriela Cerqueira, Michele Araújo, Paulo Reis, Monica Soares e Rogério Nascimento. Percussão: Rogério Nascimento. Participação em vídeo: Germano Gonçalves. Adereços, cenografia e sonoplastia: O Grupo. Figurinos: Isa Santos e O Grupo. Juventude Rosas Periféricas: Fabricio Enzo. Produção geral: Michele Araújo. Produção executiva: Paulo Reis e Michele Araújo. Produção administrativa e financeira: Monica Soares. Transmissão de vídeo: Rogério Nascimento. Criação e revisão de textos: Gabriela Cerqueira. Produtora audiovisual: Lado Sujo da Frequência. Fotografia: Andressa Santos. Arte gráfica: Rafael Victor. Social media: Priscyla Kariny. Intervenção nas redes: Cia. Palhadiaço. Realização: Grupo Rosas Periféricas. Agradecimentos: Aos moradores e moradoras do Parque São Rafael por compartilhar suas memórias, Rayra Maciel, Everton Santos, Leandro Melque, Vitorino da Conceição, Germano Gonçalves, Andrew Nicolas, Nalva Medeiros, Sebastiana Batista, Tati Gomes, Adriana Bluntrit, Giane Maia, Espaço Força Cultural, Ari Batera, Projeto Gente, Marcos Costa, Timaia, Laerte, Buraco D’Oráculo, Edson Paulo, Pedro Cardoso Smith, José Adriano Albuquerque, a EMEF Cidade de Osaka e Subprefeitura São Mateus.

Espetáculo: Narrativas Submersas

Com Grupo Rosas Periféricas

02 a 17 de dezembro. Quinta, sexta e sábado, às 20h.

Grátis. Duração: 50 min. Classificação: Livre. Gênero: Teatro de rua.

Narrativas Submersas estreou em 2014, sendo a primeira parte da Trilogia Parque São Rafael, cujo enredo rememora a fundação do bairro. Fruto de criação e direção coletiva, em parceria com as narrativas ofertadas pelos(as) moradores(as) locais, o espetáculo é uma remontagem especial para o projeto de 10 anos do Rosas Periféricas. Na encenação, uma família potiguar, ao ver sua cidade natal ser submersa por uma barragem, deixa a casa que os abriga junto, deixa para traz suas lembranças em nome do progresso, e passam a residir na Zona Leste de São Paulo. Por meio de suas memórias, reconstroem e revelam a história, o loteamento e a fundação do Parque São Rafael.

Roteiro e direção: O Grupo. Colaboração em roteiro: Tiago Cordeiro. Elenco: Gabriela Cerqueira, Michele Araújo, Paulo Reis, Monica Soares e Rogério Nascimento. Percussão: Rogério Nascimento. Adereços e cenografia: O Grupo. Figurinos: Isa Santos e O Grupo. Juventude Rosas Periféricas: Fabricio Enzo. Produção geral: Michele Araújo. Produção executiva: Paulo Reis e Michele Araújo. Produção administrativa e financeira: Monica Soares. Transmissão de vídeo: Rogério Nascimento. Criação e revisão de textos: Gabriela Cerqueira. Produtora audiovisual: Lado Sujo da Frequência. Fotografia: Andressa Santos. Arte gráfica: Rafael Victor. Social media: Priscyla Kariny. Intervenção nas redes: Cia. Palhadiaço. Realização: Grupo Rosas Periféricas. Agradecimentos: Everton Santos, Leandro Melque, Giane Maia, Adriana Bluntrit, Fernanda Haucke, Adriana Aragão, Elias Felix, Juliana Morelli, Priscila Machado, Eduardo Izidoro, Crianças do Morro, Andrew Nicolas, Tati Gomes, Sebastiana Batista e Nalva Medeiros nossas ancestrais, Coletivo Cinemateus, Laerte, Timmaia e moradores(as) que cederam suas memórias para construção da peça.

Informações à imprensa: VERBENA ASSESSORIA

Eliane Verbena / João Pedro

(11) 2548-38409 / 99373-0181 – verbena@verbena.com.br