Marco do Centenário da Independência

Em 1922, a coletividade sírio-libanesa doou ao Brasil um monumento histórico referente ao centenário da Independência.

Este monumento representa uma embarcação utilizada pelos fenícios que foram os primeiros a ensinar ao mundo a construção de navios, a arte de navegar e a invenção do alfabeto, junto à embarcação foi erguida uma estátua de Hiram, rei de Tiro, que descobriu as Ilhas Canárias.

A inauguração deste monumento foi no dia 3 de Maio de 1928, no parque D. Pedro, na Rua 25 de Março em São Paulo. Este monumento foi considerado na época, o mais belo artisticamente, entre todas as homenagens oferecidas ao Brasil.

Em 25 de Março de 1988 foi mudada a sua localização para a Praça Ragueb Chohfi, onde até hoje se encontra. Foi restaurada e levada à condição primitiva sob o patrocínio da empresa Têxtil Ragueb Chohfi, que também patrocinou o transporte do monumento da primeira localização à atual. É um monumento digno de ser conhecido. A Praça Ragueb Chohfi fica na confluência da Rua 25 de Março - Zona do Parque Dom Pedro II com a Ladeira General Carneiro

A Estátua de José Bonifácio, patriarca da independência, criada em 1972, por ocasião do sesquicentenário da Independência do Brasil na praça do Patriarca, em frente à Galeria Prestes Maia.

Dentre as contribuições Sírias ressaltam a Mesquita de São Paulo, a mais antiga construída no continente americano - década de 1940, cujo comando de construção teve sírios e libaneses e culminou com o estimulo à construção de inúmeras outras Mesquitas no interior do Brasil, principalmente no Estado de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, onde se concentra um grande número de imigrados sírios - libaneses muçulmanos.

A maioria dos sírios cristãos professam o rito ortodoxo e para tanto construíram inicialmente uma Igreja em 1901, na Rua Itobi, hoje Cavalheiro Basílio Jafet, travessa da Rua 25 de Marco.

Na década de 40, através de um projeto do Eng. Paulo Taufick Camasmie, foi construída a Catedral Ortodoxa, uma das maiores do Mundo - a segunda - localizada à Rua Vergueiro nº 1515, Paraíso, e considerada como uma das mais lindas obras arquitetônicas do cristianismo mundial. Foi decorada internamente por pintores russos, bem como Joseph Trabulsi pintor de escolha do Rei Faruk do Egito.

Ressalta aos olhos a beleza das imagens dos santos - iconostas - implantados em mármore de carrara, tendo sido doadas pelo benemérito Assad Abdalla Haddad. É um templo digno de ser visitado pelos seus interiores.

Você está aqui: Lembranças Pontos Turísticos Marco do Centenário da Independência