“ SEJA O QUE FOR “

         

       Por: Nelli Célia

    Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

         A alma do poeta, esta sempre em busca de inspiração; encontramos quase em tudo que nos rodeia, na flor, no beijo, no dia ensolarado ou debaixo de uma linda chuva persistente. O poeta quer sonhar e encontra as estrelas para ele, endeusá-las com seus versos, assim surgiu este meu poema, publicado no ano de  1988, no qual a minha alma canta este momento e toda  expressão de sentimento, que sai de nossas almas, são formas de preces ao Criador.

 

      “ SEJA O QUE FOR “

 

         Se te amo, não sei

            Ou saberei

         Se te quero, bem sei e não

        Cederei. 

         Se te busco, não acho, mas

              Acharei

         Se no amanhã, eu não tiver

            te  rezarei

         Se no passado te projetei, agora

            Viverei

         Se na dor da espera eu

            Sucumbir

         Se da queda eu levantar

            te buscarei.

         Se em tantas dúvidas de escolhas

           Eu souber

         Se no sopro da vida, eu

            Revelar

         Se no grito sentido, eu me

           Entregar,

         Seja agora e para sempre

           O que será.

Você está aqui: Comércio e Serviços Espaço Cultural e Poético “ SEJA O QUE FOR “