Encontro com Ana Lúcia Schritzmeyer discute justiça na Cia. de Teatro Heliópolis

Encontro com Ana Lúcia Schritzmeyer discute justiça na Cia. de Teatro Heliópolis

 

No dia 17 de agosto (sexta), a Companhia de Teatro Heliópolis promove palestra com a professora e antropóloga Ana Lúcia Pastore Schritzmeyer. O tema do encontro, público e com entrada franca, éJustiça.

 

O evento acontece às 16h, na Casa de Teatro Maria José de Carvalho - sede da companhia - com mediação do professor doutor de práticas performativas (USP) Marcelo Denny.

                                             

Esta atividade integra as ações do projeto Justiça - O que os Vereditos Não Revelam, contemplado pela 31ª edição do Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo, que resultará no próximo espetáculo do grupo.

 

Entre os assuntos abordados por Ana Lúcia Schritzmeyer estão: a própria experiência da antropóloga acompanhando sessões do Tribunal do Júri em São Paulo; narrativas sobre a sociedade, criadas no âmbito do tribunal; os limites entre teatro e não-teatro num Tribunal do Júri; e as "faces" da justiça - juízes, advogados e representantes do júri, quem são? Quem eles aparentam ser? Como agem?.

 

Ana Lúcia Pastore Schritzmeyer é graduada em Ciências Sociais, Direito, Mestre e Doutora em Antropologia Social pela USP. Colaboradora do Núcleo de Estudos da Violência (NEV-USP), desde 1998. Professora do Departamento de Antropologia da USP, desde 2003. Coordenadora do Núcleo de Antropologia do Direito (NADIR-USP) e do Projeto Diálogos Antropológico-jurídicos Franco-brasileiros em parceria com o Laboratório de Antropologia Jurídica de Paris (LAJP), entre 2013 e 2016 (Programa USP-COFECUB). Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (FFLCH).

 

O projeto

 

O projeto Justiça – O que os Vereditos Não Revelam tem como objetivo investigar, ao longo de 15 meses, os sentidos e as representações de justiça, tendo por base a realidade dos integrantes da Companhia de Teatro Heliópolis como moradores da comunidade. Para tanto, buscam traçar paralelos e confrontações entre a justiça ditada pelo crime organizado local e a justiça tida como oficial, aquela praticada pelo sistema legal brasileiro. O processo de investigação e criação aborda também o estudo dos aspectos teatrais e performativos do exercício concreto da justiça, que são os elementos e as funções que compõem os rituais de julgamento: tribunal, júri, juiz, advogados, testemunhas, a própria lei etc.

 

Serviço

 

Palestra/tema: Justiça

Dia 17 de agosto. Sexta, às 16h

Com Ana Lúcia Pastore Schritzmeyer

Mediação: Marcelo Denny

Entrada franca - não há necessidade de retirar ingresso

Duração: 120 minutos. Capacidade: 50 lugares

Realização: Companhia de Teatro Heliópolis

 

Casa de Teatro Maria José de Carvalho

Rua Silva Bueno, 1533, Ipiranga – SP/SP (próximo ao metrô Sacomã).

Tel.: (11) 2060-0318.

Não possui acessibilidade. Não possui estacionamento.

ciadeteatroheliopolis.com.br / facebook/companhiadeteatro.heliopolis